SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PERIGOSAS E O SETOR ELÉTRICO

SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PERIGOSAS E O SETOR ELÉTRICO- Junho 2013

Artigo publicado na Revista “O Setor Elétrico” – Junho de 2013 – Ano 8 – Edição 89.

Nesta coluna o autor detalha o estudo da ONU e OMS que diz que o número de EDCs – químicos com efeitos endocrinológicos, aumentou “dramaticamente” na última década. Cita também as substâncias químicas perigosas que tem relação com os produtos do setor eletroeletrônico.

…Retomando o assunto discutido nesta coluna publicada há duas edições, sobre o impacto de produtos químicos e a relação com o setor eletroeletrônico, abordaremos a situação legal brasileira sobre substâncias químicas perigosas, comparando-a à legislação europeia (Reach e RoHS), que é considerada a referência mundial sobre este assunto. O Registro, Avaliação, Autorização e Restrição das Substâncias e Misturas Químicas (Reach), aprovado pelo Regulamento Europeu 1.907/2006, em 18/12/06, entrou em vigor em 01/06/07, com o objetivo de garantir o seu uso seguro. Introduziu a obrigação de realizar um registro de todas as substâncias químicas comercializadas na União Europeia (inclusive as importadas, o que obriga os exportadores brasileiros a atender exigências), propõe medidas de restrição para substâncias de alta/muito alta preocupação (como carcinogênicas, tóxicas, persistentes, muito persistentes), e estimula a sua substituição…Leia mais!

Autor: Michel Epelbaum

Gostou? Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 18 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Auditoria, Consultoria, Treinamentos e Gamificação em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001, ISO 45001, ISO 26000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, DSC 10000, BPM e outros modelos.