7 Fatores que podem atrapalhar o sucesso de uma gamificação

1 – Diagnóstico impreciso 

Fundamental saber para quem estamos criando a Solução Gamificada. Dados dos participantes como: idade, geração, gênero, origem geográfica, grau de alfabetização e escolaridade, hábitos, uso da informática, eletrônicos, atividades que apreciam, e outros, podem ajudar e muito no desenvolvimento de uma Solução. Importante também considerarmos a cultura e os objetivos tanto da Empresa como dos Jogadores.

2 –  Ausência de Desafios e Progressões 

Quando a Gamificação é fácil demais com poucos desafios a serem cumpridos e/ou ausência de etapas de progressão, a jornada . Com isso o jogador realiza apenas tarefas que já sabe ou domina, fica sem propósito e pode considerar o jogo entediante.  É importante ele conseguir visualizar sua Jornada. Como acontece na vida, não sabermos onde estamos e onde queremos chegar pode nos distrair e imobilizar.

3 –  Desequilíbrio entre Competição e Colaboração 

Soluções Gamificadas que exageram na competição suprimindo a colaboração podem atrapalhar os resultados esperados. A colaboração é uma aliada no engajamento dos participantes.  Não estabelecer possibilidades de conexão, comunicação, ajuda e ranking entre os participantes pode desmotivar os jogadores.

4 – Regras complicadas e/ou muito complexas 

Se as regras não forem claras e/ou se forem muito complexas, o usuário pode desistir já nos primeiros momentos.  Explicações e entendimento do que deve ser feito, como deve ser realizado e para quê são relevantes.  Quanto mais claro e sucinto, melhor. Em muitos casos é interessante utilizar exemplos, simulações, desenhos, modelos, enfim tudo que possa facilitar o entendimento de cada etapa.

5 – Falhas no Sistema de Pontuação e Premiação 

Muitas soluções gamificadas utilizam sistemas de pontuação e premiação. Falhas nesta tabulação podem atrapalhar. As pessoas geralmente são refratárias quando se sentem injustiçadas ou com alguma perda.

6 – Ausência de feedbacks e de celebrações 

É muito importante o jogador receber feedbacks relativos a sua performance. Os feedbacks trazem indicativos ao jogador de como está sua progressão durante a Jornada e se ele está conseguindo cumprir os desafios propostos.  Celebrar as pequenas conquistas alcançadas também é aconselhável. Quando somos reconhecidos e gratificados por nossas conquistas, liberamos a dopamina que nos dá a sensação de prazer e de missão cumprida nos impulsionando a irmos em direção a novas conquistas.  (Exemplos: feedbacks positivos, pontos, prêmios, possibilidades de avanço para outras etapas e outros.)

7 – Falta de elementos divertidos 

A diversão é inerente as Soluções Gamificadas. A falta de diversão pode tornar a experiência entediante, sem motivação  e com poucos resultados atingidos.  Conforme Nicole Lazzaro  existem 4 tipos de diversão: Easy Fun, Social Fun, Hard Fun e Serious Fun. Mas isto já é assunto para um próximo post!

Rosa A Epelbaum – diretora da Ellux Consultoria

Consulte nossos serviços de ConsultoriaTreinamento, Auditoria e Gamificação em Sistemas de Gestão e Sustentabilidade.

Para saber mais:

Gamificação: Interessante ferramenta para engajar funcionários

Os principais benefícios da Gamificação

Gamificação como ferramenta para melhoria da aprendizagem

Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 15 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Auditoria, Consultoria, Treinamentos e Gamificação em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001, ISO 26000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, ISO 45001, DSC 10000 e outros modelos.