Olimpíadas Sustentáveis

Olimpíadas Sustentáveis – Agosto 2012

Artigo publicado na Revista “O Setor Elétrico” – Agosto de 2012 – Ano 7 – Edição 79.

Esta coluna descreve o lado da sustentabilidade que não é mostrada com ênfase na cobertura dos Jogos Olímpicos.

Aborda o “Plano de Sustentabilidade Londres 2012: Rumo a Um Planeta” com exemplos e curiosidades.

 

… Além disso, destacam-se os seguintes resultados:

– Água sustentável – redução do uso de água nos novos prédios: 60% em dez/11 (meta: 40%).

– Materiais sustentáveis – 86% dos materiais provenientes de processos com responsabilidade socioambiental (meta: 80%); 100% da madeira proveniente de fontes renováveis (meta: 100%).

– Onde possível, foram usados locais existentes para as competições, como Wimbledon (tênis); onde não havia necessidades pós-Olimpíadas, foram construídos locais temporários (exemplo: arena de basquetebol, hipismo), os quais serão desmontados (e alguns levados para a Olimpíada Rio 2016).

Vejo avanços interessantes na:

– Busca do transporte sustentável.

– Priorização do legado após os jogos (externo minha preocupação pelo legado da Copa do Mundo no Brasil: dispêndio enorme em alguns estádios que terão baixo uso após a Copa).

– Busca da eficiência energética e redução de emissões nos novos locais construídos.

– Visão alimentar de suporte.

– Integração entre o evento em si e a “economia verde inclusiva” (palavra em voga após a Rio+20), ainda mais num momento de crise econômica. Leia mais!

Autor: Michel Epelbaum

Gostou? Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 18 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Auditoria, Consultoria, Treinamentos e Gamificação em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001, ISO 45001, ISO 26000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, DSC 10000, BPM e outros modelos.