Gamificação e a Mudança de Hábitos

Entra ano, sai ano e estabelecemos diversas metas para nossas vidas como:  praticar mais esportes, fazer um curso de línguas, comer alimentos mais saudáveis, etc. Se pensarmos um pouco, logo percebemos que se quisermos realmente alcançar estas metas, precisamos alterar alguns hábitos e/ou criar novos.

Hábitos são ações que se repetem com frequência e regularidade. Eles nascem de ideias que nos são transmitidas frequentemente, até que fiquem gravadas em nossa mente. Por exemplo: Vamos supor que a minha meta seja praticar mais atividades físicas em 2018. Para cumpri-la decido nadar quatro vezes por semana, pela manhã. Será que vou conseguir cumprir esta meta se tenho o hábito de acordar tarde e  “preguiça” de sair da cama? Claro que não!

E como a Gamificação pode nos ajudar na aquisição de novos hábitos?

O Sistema Gamificado é uma excelente ferramenta porque tem diversos componentes que promovem o engajamento e que podem ajudar na mudança. Seguem alguns destes elementos:

1 – Desafios

Repare que na maioria dos jogos temos desafios a serem cumpridos. Desafios são  ações que temos que realizar para alcançar determinado desempenho. Estas ações podem ser simples como mover uma peça no tabuleiro, apertar um botão ou mais complexas como desvendar um enigma.  A ação coloca o jogador em movimento e o movimento é fundamental para a mudança!

2 – Repetição com Diversão

A Gamificação tem ciclos repetitivos de atividades e tarefas. Esta característica favorece bastante a instalação de novos padrões. E se juntarmos diversão a estas atividades?

Sim, podemos fazer atividades repetitivas serem divertidas. A ludicidade provoca diversas emoções positivas em nosso cérebro. Sabemos que estas emoções liberam hormônios que auxiliam na retenção dos novos aprendizados.

Um exemplo bem interessante é o dos coletores de lixo reciclável que viraram uma máquina de jogos (teoria da diversão – campanha montadora Volkswagen)  e auxiliaram a conscientizar as pessoas a coletar materiais recicláveis.

3 – Níveis de Evolução

Existem muitas gamificações que além de transformarem o aprendizado em uma experiência lúdica nos oferecem níveis de evolução. Para alcançar estes níveis é preciso realizar tarefas cada vez mais complexas. Ao nos dedicamos a aprendizagens mais difíceis, nos tornamos mais aptos e flexíveis na aquisição de novos  comportamentos.

4 – Medida do Desempenho

Diversos Sistemas Gamificados possuem ferramentas para medida do desempenho. Quando conseguimos monitorar nosso desempenho ficamos motivados a melhorar e conquistar novos patamares.

Vejamos, por exemplo, o Nike + Running. Esta Gamificação da Nike ficou conhecida por mudar o hábito de muitas pessoas que passaram da condição de sedentários para se tornarem atletas. O aplicativo monitora e mede o desempenho do usuário e dá incentivos para que ele continue a melhorar sua performance.

5 – Feedbacks

Quando queremos implantar novos hábitos, muitas vezes não temos um retorno imediato do nosso rendimento.  O  jogo Peak – treinamento cerebral, por exemplo, nos oferece diversos tipos de feedbacks ( sonoros, visuais, frases de incentivo, etc)  tanto quando acertamos como quando erramos ou demoramos para cumprir certo desafio.

6 – Alertas

Quantas vezes estamos dispostos a realizar as mudanças necessárias, mas simplesmente esquecemos de fazer o que é necessário? Por exemplo, quando a meta é emagrecer, sabemos que é importante mastigarmos bem os alimentos. Muitas vezes terminamos a refeição e só depois percebemos que engolimos a comida praticamente sem mastigar. E se existisse um jogo que nos ajudasse a contar as mastigadas e nos enviasse alertas para melhorarmos este desempenho? Não seria interessante?

7 – Recompensas

Sabemos que o loop do hábito funciona da seguinte maneira: gatilho + ação (rotina) + recompensa.  A recompensa é um componente muito frequente nas Soluções Gamificadas.  Pontos, prêmios,  status, troféus, presentes, acessos e outros  são as recompensas que o jogador recebe quando cumpre as ações de forma correta.

Quando somos recompensados por nossas ações, nosso cérebro libera o hormônio dopamina que nos dá uma sensação prazerosa. Então, se formos recompensados por ações desejáveis, a chance de que este novo hábito seja incorporado na nossa rotina aumenta bastante.

Que possamos aproveitar estes eficientes recursos rumo as nossas metas!

Rosa A Epelbaum – diretora da Ellux Consultoria

Consulte nossos serviços de ConsultoriaTreinamento, Auditoria e Gamificação em Sistemas de Gestão e Sustentabilidade.

Para saber mais:

7 fatores que podem atrapalhar o sucesso de uma gamificação

Gamificação: Interessante ferramenta para engajar funcionários

Os principais benefícios da Gamificação

Gamificação como ferramenta para melhoria da aprendizagem

Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 15 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Auditoria, Consultoria, Treinamentos e Gamificação em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001, ISO 26000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, ISO 45001, DSC 10000 e outros modelos.