Aquecimento global: o assunto continua quente…

Aquecimento global

O assunto continua quente e demanda mudança de mentalidade, e ações expressivas e rápidas dos governos, setor empresarial e cidadãos:

– Em agosto/16, pelo 11º mês consecutivo, a Terra bateu recordes históricos de calor, conforme divulgou a agência espacial americana (NASA) no dia 14/09. É o agosto mais quente dos últimos 136 anos (foi 0,16°C mais alta que o agosto mais quente registrado até então, o de 2014), seguindo uma tendência que vem se repetindo mês a mês, ano a ano, como um sinal inequívoco do aquecimento global provocado por ações dos seres humanos. Desde outubro de 2015 que a temperatura vem quebrando recordes sucessivos no monitoramento que começou a ser feito em 1880. Mantendo o ritmo pelos próximos meses, 2016 deverá ser o novo ano mais quente da história, superando 2015, que, por sua vez, bateu 2014.

– Segundo relatório do Banco Mundial e Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde – IHME recém divulgado, a poluição atmosférica já é a quarta causa de morte prematura no mundo, respondendo por 2,9 milhões de óbitos somente em 2013. O problema custa à economia mundial

US$ 225 bilhões por ano. Somente no Brasil essa despesa chega a US$ 4,9 bilhões, de acordo com o levantamento:

Air pollution has emerged as the fourth-leading risk factor for deaths worldwide. While pollution-related deaths mainly strike young children and the elderly, these deaths also result in lost labor income for working-age men and women. The loss of life is tragic. The cost to the economy is substantial. The infographic below is mainly based on findings from The Cost of Air Pollution: Strengthening the economic case for action, a joint study of the World Bank and the Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME).

http://www.worldbank.org/content/dam/infographics/780xany/2016/sep/WB_cost-of-pollution-infographic-ENGLISH_for_web.jpg

– Segundo o relatório “Retomando o Caminho para a Inclusão, o Crescimento e a Sustentabilidade do Banco Mundial recém elaborado, as concentrações de poluentes atmosféricos nas principais áreas do país superam os níveis recomendados pelas diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), conforme a Figura 6.5, da pagina 291 deste relatório.

Michel Epelbaum  diretor da Ellux Consultoria

Consulte nossos serviços de ConsultoriaTreinamento e Auditoria em Sistemas de Gestão, inclusive nas Normas ISO 14001:2015 e ISO 50001.

Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 15 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Auditoria, Consultoria, Treinamentos e Gamificação em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001, ISO 26000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, ISO 45001, DSC 10000 e outros modelos.